Banco Central tem prejuízo de quase R$ 300 bilhões em 2022

Foto: Agência Senado

Depois de registrar lucro recorde de R$ 85,9 bilhões em 2021, o Banco Central (BC) teve prejuízo de R$ 298,5 bilhões em 2022. O Conselho Monetário Nacional (CMN) aprovou na noite de quinta-feira (16) o balanço da instituição no ano passado.

+ Camex mantém direito antidumping sobre batata congelada e pneu agrícola

Em 2022, houve prejuízo de R$ 326,5 bilhões referente a operações cambiais, como swap (venda de dólares no mercado futuro) e variação das reservas internacionais. Isso ocorre porque o dólar caiu 5,32% no ano passado, o que provoca perdas na hora de converter as operações cambiais em reais.

O prejuízo só não foi maior porque o Banco Central teve lucro operacional (ganhos com o exercício da atividade) de R$ 28 bilhões no ano passado. Ao somar os resultados cambiais e operacionais, chega-se ao prejuízo de R$ 298,5 bilhões.

Por causa da legislação de 2019, que regulamenta a relação entre o Banco Central e o Tesouro Nacional, a destinação dos lucros da autoridade monetária mudou. Do prejuízo total, o Tesouro terá de cobrir somente R$ 36,6 bilhões com títulos públicos. Do restante, R$ 179,1 bilhões serão cobertos com uma reserva de lucros de anos anteriores e R$ 82,8 bilhões, por meio de redução de patrimônio do BC.

Prejuízo anterior do Banco Central

banco mundial - pib - brasil - banco central

Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil

O último resultado negativo apurado pelo Banco Central tinha sido referente ao segundo semestre de 2020, quando houve prejuízo de R$ 33,6 bilhões. Na ocasião, o Tesouro Nacional não precisou cobrir a perda, pois o BC quitou o resultado negativo com as reservas de lucros anteriores. Em 2021, a Lei Complementar 179 alterou a apuração de resultado da instituição de semestral para anual.

_____________

Fonte: Agência Brasil.

Editado por: Anderson Scardoelli.

_____________

Saiba em primeira mão informações sobre agricultura, pecuária, economia e previsão do tempo. Clique aqui e siga o Canal Rural no Google News.

Fonte

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *